Feeds:
Posts
Comments

Archive for September, 2007

família

Por vezes ouço a minha mãe falar de outros tempos, outros dias, que apesar de reconhecer, recordo de forma bem diferente. Espanta-me a assiduidade e a frequência, a actividade, a socialidade dos tempos que ela conta.

Invejo a quantidade de memórias que guarda, as imagens tão vívidas que me traz de leve à memória.

Eu, ao contrário, sou como o meu pai.

Advertisements

Read Full Post »

inconfessáveis

Fico feliz se me dizes que vens, quase mais feliz que quando dizemos ambos que vamos.

Read Full Post »

preguiça

A preguiça acolhe-me quando entro em casa, a temperatura da sala, agora um pouco mais fresca, já convida a que me enrole no sofá, a que esconda as mãos entre as pernas, a aquecê-las.

Esta noite tive frio, ao acordar.

Read Full Post »

dia zero

O primeiro passo é admitir a doença, sem meias palavras, sem medos desta vez. E agir, uma vez por dia na primeira semana, duas vezes por dia nas seguintes. A partir de amanhã, companhia ao pequeno almoço.

Read Full Post »

memórias da infância

– A L. precisava de ir para o infantário, levar nas trombas

– Eu também só fui quando entrei para a primária

– Por isso ficaste assim, anti-social

– … (verdade) …

Read Full Post »

comida

Estou a fazer como diz no livro, a imaginar-me com o aspecto ideal para mim, pensar positivo e programar em frente.

De manhã marco consulta na dietista, à tarde falto ao ginásio, e à noite janto gelado de chocolate e café.

Read Full Post »

amanhã

A última coisa que me apetecia era ter que ir trabalhar. Queria muito ficar por casa, a pôr a leitura em dia, a fazer as coisas que ando a adiar há meses, ir ver aquela estante que tanto preciso, almoçar com os meus pais e, ao fim da tarde, ir ao ginásio, antes da hora de ponta, com calma, sem horas.

Read Full Post »

Older Posts »