Feeds:
Posts
Comments

Archive for July, 2007

bachelor no. 2

É em momentos como este que me apercebo que o Porto ainda fica na periferia.
Adorava ter estado lá.

Advertisements

Read Full Post »

dedos friorentos

O Verão que vai estando lá fora ainda não me deixa tirar os pés de dentro de sapatos fechados, tira-me a coragem para sandálias e ainda não me trouxe a vontade de levar cores até às unhas dos pés.
Invejo e partilho da paixão por sandálias peep-toe, mas as minhas, por este ano ainda estão fechadas na caixa em que vieram da loja, ainda substituídas por uns sapatos igualmente de dedo à espreita, mas ainda bem protegido por umas meias com poucos den.
Talvez depois de os espirros fugirem elas me passem a piscar os olhos com maior insitência.

Read Full Post »

atchim

Por entre espirros e olhos mal abertos constato que, para além do humor, as mudanças de temperatura andam a alterar-me a saúde.
Prevêm-se doses duplas de comprimidos 3 vezes por dia.

Read Full Post »

3 (II)

Esta noite choveu no meu quarto, a água caiu de mim e molhou-me, molhou o ar, o travesseiro, os teus braços e o teu rosto.
Até que veio o sono e me levou para longe da água, longe de palavras no escuro, longe de desejos e medos.
Para longe de tudo, de mim, de ti, de nós.

Read Full Post »

Às vezes, no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois
Eu fico ali sonhando acordado, juntando
o antes, o agora e o depois
por que você me deixa tão solto?
por que você não cola em mim?
Tô me sentindo muito sozinho!
[Caetano Veloso – Sozinho]

Read Full Post »

3

Queria que hoje fosse um dia diferente, que não me entrasses em casa com as flores e o livro de sempre, que viesses pronto a conquistar-me mais uma vez, desta vez a sério, com vontade e não porque foi acontecendo.
Queria não ter expectativas tão elevadas, não exigir tanto de ti, talvez porque queria que exigisses mais de mim, me quisesses e me agarrasses mais.
Não queria que tudo estivesse igual.

Read Full Post »

Se eu soubesse voar sentava-me no chão a olhar para o big ben, a ver passar os double deckers, a ouvir turistas de todas as nacionalidades. Ou ia até à southbank caminhava pela beira rio, passava junto à Tate, parava para um capuccino num starbucks qualquer e continuava de volta, para junto do big ben, para lhe dizer mais uma vez que tenho saudades dele.

Read Full Post »

Older Posts »